terça-feira, 23 de março de 2010

Bondes e Empresas de Ônibus de Porto Alegre Antigo

Primeiros Bondes e Ônibus de Porto Alegre - de 1865 ...

O início do transporte por bondes em Porto Alegre deveu-se à iniciativa de Estácio Bittencourt e Emílio Gengebre, que inauguraram o serviço em 1865. Os pequenos veículos de tração animal corriam em trilhos de madeira, e tendiam a descarrilhar quando chovia. O povo apelidou os veículos de "maxambombas".
***
***
Companhia de Carris - Porto Alegre - 1875

A Companhia de Carris de Ferro Porto-Alegrense foi fundada em 1872, e, no ano seguinte, iniciou suas atividades com a linha do Menino-Deus.
O ponto de partida da linha era na estação central da companhia, conforme mostra a foto de 1875. A bitola era de 1 metro, e os veículos foram adquiridos junto ao fabricante americano John Stephenson & Co.
Eram inicialmente 11 carros fechados, nove abertos e um trole de linha.
***
***
Bonde de dois andares o "Imperial" - Porto Alegre - 1908

A cidade de Porto Alegre foi a única cidade do Brasil a utilizar bondes de dois andares, apelidados de "Imperiais".
Eles serviram durante poucos anos, pois não tiveram boa aceitação. A empresa que explorava o serviço na época era a Companhia Força e Luz Porto-Alegrense, formada pela fusão das duas empresas anteriormente existentes, a Companhia de Carris de Ferro Porto-Alegrense e a Companhia de Carris Urbanos de Porto Alegre.
***
***
Bon de com Reboque no Paço Municipal - Porto Alegre - 1920

Vemos na imagem um bonde elétrico com reboque (no futuro ônibus romeu e julieta terão o mesmo formato), trafegar pelo Paço Municipal, em Porto Alegre, no ano de 1920.
Os bondes, da Companhia Força e Luz Porto-Alegrense, tinham bitola padrão de 1,435m, e eram de fabricação americana ou inglesa.
***
***
Bonde com reboque - Porto Alegre - 1920

A imagem mostra um bonde elétrico com reboque na Rua 7 de Setembro em Porto Alegre, nos anos 20.
Os bondes trafegavam na mão esquerda, por conta da influência dos ingleses, que implantaram o serviço de bondes elétricos.
A mudança da mão só se deu em 1935
***
***
Bonde na Rua Marechal Floriano, junto a Praça XV - Porto Alegre - 1920

Os bondes elétricos de Porto Alegre tiveram boa acolhida por parte do público. As linhas iniciais foram as do Menino-Deus, Partenon, Glória e Teresópolis. Em 1920, as linhas existentes eram, além das citadas acima, as dos Moinhos de Vento, Navegantes e São João.
***
***
Rua Voluntários da Pátria - Porto Alegre - 1920

Vemos duas composições de bondes elétricos se cruzando na Rua Voluntários da Pátria, em Porto Alegre, nos anos 20.
Os bondes estão puxando respectivos reboques, que eram na verdade antigos veículos de tração animal convertidos para esta nova função. Os reboques eram chamados de "operários", por conta de sua tarifa mais baixa, mas o povo os apelidou de "caradura".
***
***
Ônibus Chevrolet "Pavão" - Porto Alegre - 1927

O ônibus da imagem pertencia a Amador dos Santos Fernandes e Manoel Ramirez, e transportava passageiros em Porto Alegre no ano de 1927.
Após 1929, Amador fundou a Empresa Amador, e transportou passageiros entre Porto Alegre e São Leopoldo. Essa empresa deu origem à atual Central S.A., de São Leopoldo.
***
***
Bonde na esquina na rua Otavio Rocha com Praça XV, diante do Hotel Jung - 1935

Vemos na imagem um dos novos bondes adquiridos pela Companhia de Carris Porto-Alegrense, sob gestão da Electric Bond &Share. No período da aquisição, feita em 1928, até 1933, foram adquiridos carros da J.G. Brill e Osgood-Bradley.
***
***
Bondes no Centro - 1942

A imagem mostra dois bondes trafegando pela Av. Borges de Medeiros, em Porto Alegre, em 1942.
A empresa prestadora do serviço, a Companhia de Carris Porto Alegrense, foi comprada em 1928 pela empresa americana "Electric Bond & Share", a qual iniciou um programa de modernização da frota, com a aquisição, a partir de 1928, de veículos de diversos fabricantes, como J.G. Brill e Osgood-Bradley.
***
***
Ônibus linha Navegantes - Porto Alegre - 1949

A imagem mostra Mikolay Schwez com seu irmão, Alexander, ao lado do primeiro ônibus da Empresa de Ônibus Navegantes Ltda, em 1949. Mikolay era sócio de Inácio Mikrachevitch, e o primeiro ônibus foi um Ford-Hercules 1946, com motor de 4 cilindros diesel.
***
***
Av. Borges de Medeiros - Porto Alegre - 1950

A imagem mostra um bonde da Cia. de Carris Porto Alegrense trafegando pela Av. Borges de Medeiros, em Porto Alegre, em 1950. O veículo fechado é do tipo de dois trucks, e foi adquirido pela administração norte-americana com a finalidade de modernização da frota. Vê-se pela imagem que, nesta época, a concorrência dos ônibus e lotações começava a se intensificar.
***
***
Ônibus Vila Jardim - Porto Alegre - 1951

O ônibus da imagem foi o primeiro do empresário Enio Reis, de Porto Alegre, e fazia a linha Vila Jardim em 1951. Em 1955, a pedido das autoridades, colocou seus dois ônibus na linha Intendente Azevedo, o que lhe proporcionou excelente retorno, que lhe permitiu a expansão de seus negócios.
***
***
Ônibus Grutinha - Porto Alegre - 1954

O ônibus da imagem é um GMC 1954, e tem ao lado seu proprietário, Jean Vardaramatos, que criou, junto com sua esposa Hellene, a VTC - Viação Teresópolis Cavalhada, de Porto Alegre. A empresa, sempre integrada com a comunidade, teve grande crescimento, se tornando uma das mais expressivas da capital gaúcha.
***

***
Empresa Maracanã - Porto Alegre - 1954

A Empresa Maracanã de Microônibus foi criada por Arnoldo Schiphorst em Porto Alegre nos anos 50. Tendo começado com um Chrysler De Soto, no final tinha uma frota de 28 microônibus. Schiphorst, contudo, resolveu se dedicar à política, apoiando o candidato Adhemar de Barros, e terminou por vender sua empresa.
***
***
Ônibus "Papa-Fila" - Porto Alegre - 1957

Porto Alegre foi uma das cidades brasileiras que foram servidas pelos ônibus "papa-filas", que era composto por um grande reboque onde viajavam os passageiros, puxado por um cavalo mecânico modelo FNM, 46 lugares sentados.
Os ônibus começaram a circular em 1957, na linha 73 - Camaquã, na zona sul. Pertenciam ao DATC - Departamento Autônomo de Transporte Coletivo, do Município. Como em outras cidades, o serviço não deu certo, sendo desativado em seguida.
***
***
Ônibus "Deusa do Asfalto" - Porto Alegre - 1958

O ônibus apelidado de "Deusa do Asfalto" fazia parte da Empresa Nossa Senhora do Trabalho (NST), de José Marques Saraiva (atual Nortran).
Tinha mecânica Mercedes-Benz e carroceria feita pela empresa Ott, de Novo Hamburgo. Fazia a linha da Vila Ipiranga.
***
***
Ônibus Ipiranga-Educandário - POrto Alegre 1960

O ônibus da imagem servia na linha Ipiranga-Educandário, pela Auto-Viação Educandário, Porto Alegre, em 1960.
Na foto, do lado esquerdo, está Cláudio Porto, filho do fundador Francelino Porto, na época motorista do ônibus.
***

***
Ônibus da Bianchi - Porto Alegre Anos 60

A imagem mostra a frota de ônibus da empresa Bianchi, de Arlindo Bianchi, nos anos 60 parados na avenida Brasiliano Indio de Moraes.
Com veículos de diversos fabricantes, percorriam a linha Floresta na capital gaúcha, do bairro Passo D'Areia ao Centro, via avenida Cristovão Colombo, mais tarde pegou linhas do bairro Cristo Redentor, Vila Floresta e Vila Sesi.
***
***
Ônibus Linha Santo Agostinho - Sarandi - Porto Alegre - 1961

A imagem mostra a entrega de ônibus da empresa SOPAL - Sociedade de Ônibus Portoalegrense Ltda, no bairro Sarandi, em 1961.
Destaca-se a presença do arcebispo D. Vicente Scherer e do prefeito José Loureiro da Silva, além do secretário dos Transportes Nelson lglesias.
***
***
Ônibus Linha Educandário - Porto Alegre 1960

A imagem mostra Alcides Callegaro ao lado de seu ônibus "Bicampeão", nova carroceria da Elizário comemorando o bicampeonato da Seleção Brasileira em 1962. As linhas da empresa Educandário serviam à zona norte da cidade.
***
***
Ônibus Linha "Lomba do Pinheiro" - Porto Alegre - 1963

A Viação Pinheiro Ltda surgiu em 1963, quando foi solicitado a José Amorim Fernandes, da Sociedade de Ônibus Vitória, que assumisse a linha da Lomba do Pinheiro. Inicialmente foram usados 3 ônibus Mercedes-Benz encarroçados pela Elizário. A linha operou sem problemas até 1982, quando passou à Sudeste Transportes Coletivos Ltda.
***
***
Bonde Linha Navegantes - Porto Alegre 1963

A imagem mostra um bonde da linha Navegantes parado em frente à Escola Normal 1º de Maio, em Porto Alegre, em 1963. O bonde provavelmente é um Brill Birney, adquirido quando da modernização da frota, a partir de 1928.
***
***
Bonde Linha Auxiliadora - Porto Alegre 1963

A imagem mostra um bonde da linha Auxiliadora, no Terminal de Bondes da Praça XV de Novembro, no ano de 1963.
O veículos, pertencente à DATC (Departamento Autônomo de Transporte Coletivo, da Prefeitura), é um Brill 1928.
***
***
Carrocerias Elizário - Porto Alegre 1965

A empresa Carrocerias Elizário gozava de excelente reputação nos anos 50 e 60, tanto no Rio Grande do Sul quanto no Brasil. Seu fundador, Elizário Goulart da Silva, era originalmente marceneiro, e iniciou a construção de carrocerias utilizando madeira. Logo a seguir, ele inovou ao construir as carrocerias em chapas metálicas rebitadas, mais duráveis, pois não trincavam com o tempo. A imagem mostra a entrega de carrocerias Elizário, com a presença do prefeito Célio Marques Fernandes.
***
***
Expresso Veraneio - 1968

A foto mostra Alberto Rodrigues, proprietário da Expresso Veraneio, recebendo as chaves de seu novo ônibus das mãos do fabricante Elizário Goulart da Silva. Realizava transporte de passageiros entre Porto Alegre e Viamão.
***
***
Viação Lusitanos - Porto Alegre 1968

Os ônibus da foto, modelos Mercedes-Benz com carroceria Elizário, pertenciam à empresa Viação Lusitanos. A Lusitanos foi criada em 1968 pelos sócios da Expresso Cristo Redentor, que desfizeram sua antiga empresa e fundaram a nova para atender à exigência da Prefeitura de que cada linha fosse servida por uma única empresa.
***
***
Bonde Partenon - Porto Alegre -1968

Vemos na imagem um bonde da linha Partenon, em Porto Alegre, em 1968.
A empresa que operava as linhas era o DATC (Departamento Autônomo de Transporte Coletivo), da Prefeitura. O veículo era um Brill 1928, de fabricação americana.
***
***
Bonde Azenha - Porto Alegre - 1968

A imagem mostra um bonde da linha Azenha, em Porto Alegre, no ano de 1968. O serviço de bondes na capital gaúcha era nessa época administrado pela Prefeitura através do DATC. O veículo é do fabricante Perley Thomas, americano, importado quando da modernização da frota, entre os anos 30 e 40.
***
***

3 comentários:

  1. As informações da Bianchi são imprecisas, nunca assumiu as linhas no Cristo Redendor e Sesi, as linhas eram 8 IAPI, 17 VOLTA DO GUERINO,20 AUXILIADORA VIA BORDINI (que antes eram da Rodrigues) e 28 HIGIENOPOLIS. Quem assumiu as linhas do Sesi e Cristo Redentor foi a Lindóia. O segundo onibus da educandário não é Bi-canpeão e sim Eliziario Imperador

    ResponderExcluir
  2. MUITO LEGAL,SOU RODOVIARIO URBANO DESDE 1971,PARTICIPEI DA HISTORIA DE ALGUMAS EMPRESAS,IDENTIFICADAS NESTE BLOG.ATT;LUISPAULO

    ResponderExcluir
  3. Oi julio ferreira, vi que vc entende do que falou, gostaria de poder conversar com o senhor. Silvio teixeira. 51 982757747

    ResponderExcluir